top of page

Spotify lançou o Greenroom, sua plataforma de áudio rival do Clubhouse

Ontem, 16, a empresa lançou o Spotify Greenroom, uma nova plataforma de áudio que permite aos usuários do mundo inteiro entrar ou hospedar salas de áudio ao vivo (e se quiserem, transformar essas conversas em podcasts).

Esse anúncio já estava sendo aguardado, pois em março o Spotify anunciou a compra da empresa responsável pelo aplicativo de áudio voltado para esportes, o Locker Room, num movimento para acelerar sua entrada no mercado de áudio ao vivo – o Greenroom inclusive é baseado no código existente do Locker Room.

No momento, o processo de localização de salas de áudio para participar depende principalmente da entrada de usuários em grupos dentro do aplicativo, mas no futuro o Spotify pretende aproveitar a tecnologia de personalização que já usa em seu app de músicas e podcasts, para conectar melhor os usuários ao conteúdo que eles gostariam de ouvir – inclusive podendo enviar notificações se um podcaster que o usuário segue no Spotify for ao ar no Spotify Greenroom, por exemplo.

Agora no lançamento as salas de áudio tem capacidade de até 1000 pessoas (com promessa de ampliação dessa capacidade) e oferecem um chat de texto ao vivo que o host pode ativar ou desativar quando quiser. Hosts também podem solicitar o arquivo de áudio de sua sessão ao vivo após o encerramento – que podem ser editadas e transformadas em um episódio de podcast.

Esse recurso está conectado com uma das informações mais relevantes sobre a nova plataforma: as salas de áudio são gravadas pelo próprio Spotify, para fins de moderação (o que é um desafio para plataformas de áudio ao vivo). Assim, se um usuário relatar algo, a empresa pode voltar na gravação da sala de áudio para examinar a questão.

Outra funcionalidade já anunciada é que os ouvintes podem podem ir dando gems (joias) aos palestrantes, e o número de joias que este ganhou é exibido ao lado de sua imagem de perfil durante a sessão. Por enquanto, nenhum valor monetário está associado às joias.

Inclusive, o Spotify não está falando muito sobre as opções de monetização de forma global, mas confirmou que opções para criadores virão mais adiante (sem muitos detalhes específicos). O que a empresa anunciou ontem foi o Spotify Creator Fund, um fundo para criadores de áudio, nos EUA, que ajudará a abastecer o novo aplicativo com mais conteúdo no futuro – mas não foram fornecidas mais informações sobre o mesmo.

O Spotify Greenroom está disponível para iOS e Android em 135 países, incluindo o Brasil, mas por hora apenas em inglês.

Com informações de TechCrunch

2 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page