top of page

Meta vai restaurar conta de Trump em suas plataformas sociais

A Meta está encerrando a suspensão do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, “nas próximas semanas”.

Trump foi suspenso do Facebook e Instagram logo após os distúrbios no Capitólio, em janeiro de 2021. Na época, por recomendação de seu comitê de política externa semi-independente da Meta, o Conselho de Supervisão, foi estabelecido um prazo em que o ex-presidente não teria acesso às plataformas.

Esse período de suspensão de dois anos expirou este mês, então já estava sendo esperado da empresa que em algum momento de Janeiro o destino de Trump fosse avaliado. Através de tweets e um post no blog do Meta, o presidente de Assuntos Globais do Facebook, Nick Clegg, explicou que o “sério risco à segurança pública” que Trump representou há dois anos diminuiu o suficiente. Portanto, o prazo de dois anos será respeitado. “Como tal, iremos restabelecer as contas do Sr. Trump no Facebook e Instagram nas próximas semanas”.

A Meta emitiu regras atualizadas este mês, que se aplicam a figuras públicas que alimentam a agitação civil. Dentre elas, penalidades aumentadas para ofensas reincidentes. Essas são novas barreiras que devem manter Trump operando dentro das regras.

Trump já teve sua conta restaurada também no Twitter, mas não compartilhou nada lá desde então. Vale lembrar que o ex-presidente permanece sob um acordo de exclusividade com sua própria empresa de mídia social, a Truth Social, que exige que ele publique conteúdo lá seis horas antes de compartilhá-lo em outras plataformas e que ele é “de forma geral, obrigado” a manter-se na Truth Social em vez das plataformas mais convencionais. Esse contrato, porém, expira em junho e fontes indicam que ele, aparentemente, está ansioso para acabar com isso.

De qualquer forma, com a decisão, Donald Trump poderá postar novamente enquanto espera um retorno à Casa Branca por meio das eleições de 2024.

5 visualizações

Comments


bottom of page