top of page

Meta lança ferramenta de IA generativa para criação de música

A Meta lançou um código aberto de Inteligência Artificial chamado AudioCraft, que permite aos usuários criar, com a IA, músicas e sons inteiramente por meio de comandos de texto:

“Imagine um músico profissional poder explorar novas composições sem precisar tocar uma única nota em um instrumento. Ou um pequeno empresário adicionando uma trilha sonora ao seu último anúncio em vídeo no Instagram com facilidade. Essa é a promessa do AudioCraft – nossa mais recente ferramenta de IA que gera áudio e música realistas e de alta qualidade a partir de texto”.

A ferramenta consiste em três modelos de IA, que abordam diferentes áreas de geração de som. O MusicGen usa entradas de texto para gerar música – ele foi treinado com “20.000 horas de música de propriedade da Meta ou licenciada especificamente para esta finalidade”. AudioGen cria áudios a partir de instruções escritas, simulando cães latindo ou passos, e foi treinado em efeitos sonoros públicos. Uma versão aprimorada do decodificador EnCodec, da Meta, permite que os usuários criem sons com menos artefatos – que é o que acontece quando você manipula muito o áudio.

Músicos vêm experimentando o áudio eletrônico há muito tempo, mas a música gerada por computador geralmente soa manipulada a partir do áudio existente. O AudioCraft e outras músicas geradas por IA criam esses sons apenas a partir de textos e de uma vasta biblioteca de dados sonoros.

A Meta não é a primeira a combinar música e IA é claro que já existem polêmicas sobre essa questão, mas para profissionais de marketing, por exemplo, ferramentas como essa podem ajudar a adicionar músicas exclusivas para campanhas de maneira fácil e rápida.

Sobre a ferramenta ser código aberto, a empresa diz que o AudioCraft precisa ser assim para diversificar os dados usados ​​para treiná-lo: “Reconhecemos que os conjuntos de dados usados ​​para treinar nossos modelos carecem de diversidade […] ao compartilhar o código do AudioCraft, esperamos que outros pesquisadores possam testar mais facilmente novas abordagens para limitar ou eliminar possíveis vieses e uso indevido de modelos generativos”.

Gravadoras e os artistas já soaram o alarme sobre os perigos da IA, pois muitos temem que os modelos de IA recebam material protegido por direitos autorais para treinamento (e essa é uma indústria com um vasto histórico de processos legais).

Para ler mais sobre o lançamento da Meta: Introducing AudioCraft: A Generative AI Tool For Audio and Music

3 visualizações

Yorumlar


bottom of page