top of page

Meta anuncia diversas novidades em recursos IA

A Meta anunciou uma série de novos bots, recursos e produtos com tecnologia de IA que serão lançados em seus aplicativos, no Meta Quest 3 e nos futuros óculos inteligentes Ray-Ban Meta. De acordo com a empresa, as novas experiências e recursos de IA “forneçam a você as ferramentas para ser mais criativo, expressivo e produtivo”. Os anúncios foram feitos na conferência anual Connect da Meta.

O TechCrunch fez um compilado super interessante das novidades e nós trazemos um resumo aqui, baseado no que foi publicado por eles.

Os novos recursos de IA são os seguintes:

Assistente de IA, apoiado pelo Bing

Projetado para fornecer informações em tempo real e gerar imagens fotorrealistas a partir de prompts de texto, em apenas alguns segundos. Ele pode ajudar a planejar uma viagem com amigos em uma conversa em grupo, responder perguntas de conhecimento geral e pesquisar na Internet, no Bing da Microsoft, para fornecer resultados na Web em tempo real.

A primeira extensão será a busca na web, desenvolvida pelo Bing, para auxiliar em consultas que exijam informações em tempo real. O AI Assistant também estará disponível em versão beta nos EUA no WhatsApp, Messenger e Instagram, e, em breve, estará disponível nos óculos inteligentes Ray-Ban Meta e no headset Quest 3 VR.

Chatbots de personalidade com IA baseados em celebridades

28 personagens de personalidades de Inteligência Artificial, baseados em pessoas famosas, mas construídos inteiramente a partir de IA, estarão disponíveis aos usuários das plataformas Meta. Você pode considerá-los como chatbots de tópicos específicos para os quais você pode enviar mensagens no WhatsApp, Messenger e Instagram. Cada personalidade é baseada em uma celebridade ou influenciador. Por exemplo:

Tom Brady, jogador de futebol americano, está sendo usado para um personagem chamado “Bru”, que pode conversar com você sobre esportes; Naomi Osaka, uma tenista, é apresentada como “Tamika” para falar sobre tudo sobre mangá; Mr. Beast, do YouTube, será “Zach”, um cara engraçado (?); Israel Adesanya, lutador de MMA, aparece como Luiz, para falar sobre MMA; Kendall Jenner, modelo, está aparecendo como “Billie” para desempenhar o papel de uma irmã mais velha.

A maioria das bases de conhecimento desses personagens é limitada a informações que existiam antes de 2023, já que foram construídas no Llama 2 LLM, mas a Meta diz que espera trazer sua função de pesquisa do Bing para suas IAs nos próximos meses.

AI Studio para empresas e criadores

A plataforma AI Studio da Meta permitirá que empresas criem chatbots de Inteligência Artificial para os vários serviços de mensagens da empresa, incluindo Facebook, Instagram e Messenger. O CEO, Mark Zuckerberg, explicou que os casos de uso que a Meta prevê são, principalmente, comércio eletrônico e suporte ao cliente.

O AI Studio estará disponível em versão alfa para começar, e Meta diz que ampliará ainda mais o kit de ferramentas a partir do próximo ano.

Adesivos IA, desenvolvidos pela Emu

Adesivos generativos de IA chegarão em breve aos aplicativos da Meta. O recurso, que é alimentado por seu novo modelo fundamental para geração de imagens, Emu, permitirá aos usuários criar adesivos de Inteligência Artificial exclusivos, em questão de segundos, em aplicativos Meta, incluindo WhatsApp, Messenger, Instagram e até mesmo Facebook Stories.

“Todos os dias as pessoas enviam centenas de milhões de adesivos para expressar coisas em chats”, disse Zuckerberg. “E cada chat é um pouco diferente e você quer expressar emoções sutilmente diferentes. Mas hoje temos apenas um número fixo – mas com o Emu agora você tem a capacidade de apenas digitar o que quiser”.

O recurso estará inicialmente disponível para usuários de língua inglesa e começará a ser implementado no próximo mês.

Edição de imagens IA

Em breve será possível transformar suas imagens ou co-criar imagens geradas por IA com amigos. Esses dois novos recursos – restyle e background – chegarão em breve ao Instagram nos EUA, também alimentados pela tecnologia da Emu.

Restyle permite reimaginar os estilos visuais de uma imagem, digitando instruções como “aquarela” ou até mais prompt detalhado, como “colagem de revistas e jornais, bordas rasgadas”.

Background altera a cena ou o plano de fundo da sua imagem usando prompts.

E a segurança?

A empresa explicou, na apresentação, que entende que IAs de conversação têm o potencial de dizer coisas imprecisas ou até mesmo inadequadas, e que “isso também pode acontecer com o nosso”.

Foram então descritas “milhares de horas” de red-teaming e trabalho com instruções para treinar o assistente de IA da Meta e personagens para evitar tópicos duvidosos. Red-teaming é um processo iterativo onde você tenta fazer com que o modelo diga coisas prejudiciais, aplique correções e repita. Continuamente.

A Meta diz que também está lançando cartões de sistema junto com suas IAs para que as pessoas possam entender “o que há dentro e como foram construídos”.

Novamente, essas explicações foram retiradas do TechCrunch – então se você quiser informações mais profundas, vale conferir o post original e também, claro, o post no blog da Meta: Introducing New AI Experiences Across Our Family of Apps and Devices

3 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page