top of page

Instagram está acabando com as Lives de compras

O Instagram anunciou que “a partir de 16 de março de 2023 não será mais possível marcar produtos em transmissões ao vivo no Instagram”, encerrando assim seu projeto de lives de compras. “Essa mudança nos ajudará a focar em produtos e recursos que agregam mais valor aos nossos usuários”.

Esse parece mais um movimento da Meta de se afastar das compras em seus aplicativos. No mês passado a empresa começou a remover a guia Loja da barra de navegação do Instagram e, já em outubro, havia encerrado as compras ao vivo do Facebook.

No entanto, o Instagram não está eliminando totalmente as lojas: “Você ainda poderá configurar e administrar sua loja no Instagram enquanto continuamos a investir em experiências de compra para pessoas e empresas em feeds, histórias, Reels, anúncios e muito mais”. O que faz sentido, já que 90% dos usuários seguem pelo menos uma empresa na plataforma.

A empresa deve se concentrar na publicidade como uma das principais maneiras pelas quais as pessoas descobrem empresas e fazem compras, incluindo o  uso de suas ferramentas automatizadas, como anúncios e campanhas de compras. A Meta também disse que continuará investindo no checkout, onde usuários podem comprar um produto com apenas alguns toques no Instagram e Facebook Stories, Feed ou Reels.

Muitas plataformas investiram pesadamente em recursos de compras ao vivo após a enorme popularidade das compras ao vivo na China, que teve um boom durante a pandemia. Porém, quando as coisas começaram a se acalmar, analistas observaram que os consumidores (principalmente americanos, um dos públicos-alvo dessas campanhas) não adotaram de fato as compras ao vivo.

Vale observar que outros recursos de transmissão ao vivo não são afetados.

3 visualizações

Commenti


bottom of page