top of page

Facebook reformula ferramenta para oferecer mais transparência sobre os dados coletados

A plataforma lançou uma versão atualizada da ferramenta de acesso às informações pessoais, como forma de oferecer mais transparência sobre os dados que são coletados e como eles podem ser usados no direcionamento dos anúncios recebidos pelo usuário.

O Facebook explica: “Lançamos o ‘Access Your Information’ pela primeira vez em 2018 para que as pessoas pudessem ter um local central para acessar suas informações no Facebook. Agora que tivemos algum tempo para aprender como as pessoas o usam, nós o reorganizamos e demos uma nova mão de tinta, para que seja ainda mais utilizável e transparente. Queremos ter certeza de que suas informações no Facebook são úteis, fáceis de entender e fáceis de encontrar“.

Até então, o espaço apresentava apenas duas categorias (Suas informações e Informações sobre você), e agora o novo formato divide os dados pessoais em oito categorias: Sua atividade no Facebook; Amigos e seguidores; Preferências; Informação pessoal; Informação registrada; Informação de Anúncios; Aplicativos e sites fora do Facebook; Segurança e informações de login.

Também há links para baixar suas informações ou excluir qualquer informação que você não deseja que o Facebook rastreie, tornando mais fácil gerenciar seu perfil de dados pessoais.

A empresa destaca ainda que também está “adicionando informações sobre como seus dados podem ser usados ​​para personalizar sua experiência no Facebook. Por exemplo, você pode ver que sua localização principal foi um dos vários sinais que informaram um anúncio recente que você viu de um aplicativo de entrega de comida. Essas informações já está disponível em nossa ferramenta Por que estou vendo isso, mas queríamos torná-la mais fácil para as pessoas descobrirem“.

Críticos entendem que essa seja uma manobra para estar à frente das próximas mudanças da Apple, em seu Identifier for Advertisers – ou IDFA, que informará melhor os usuários iOS sobre os dados que estão sendo coletados por cada aplicativo que utilizam.

Considerando também toda a confusão com o WhatsApp, essa atualização deve ser uma das várias medidas que o Facebook lançará nas próximas semanas – para se antecipar à atualização do IDFA e acalmar os usuários sobre seus processos de coleta de dados.

Demais fontes: Social Media Today e TecMundo

2 visualizações

Comments


bottom of page