top of page

Facebook decide pausar o desenvolvimento do “Instagram Kids”

A empresa vinha trabalhando num projeto que foi apelidado de “Instagram Kids”, uma versão do Instagram para usuários menores de 13 anos.

O anúncio da pausa veio diretamente do chefe do aplicativo, Adam Mosseri, num post no blog do Instagram e numa série de tweets que acompanharam o post. Mosseri diz que a mídia e os críticos interpretaram mal o propósito do aplicativo, que “nunca foi feito para crianças mais novas, mas para adolescentes (de 10 a 12 anos)” e que a notícia do projeto “vazou muito antes de sabermos o que seria. As pessoas temiam o pior e tínhamos poucas respostas nessa fase. É claro que precisamos de mais tempo nisso”.

Na semana passada o Wall Street Journal publicou uma série de reportagens acusativas sobre práticas do Facebook, incluindo uma história revelando como a própria pesquisa interna da empresa mostra que o Instagram é prejudicial para a autoestima das adolescentes e piora a forma como elas veem seus corpos. A empresa respondeu dizendo que a reportagem descaracterizou os estudos internos, mas também não abriu a informação para a análise do público. E agora o Instagram anunciou essa pausa.

No post do blog Mosseri comenta sobre as reportagens do WSJ, mencionando que as críticas que surgiram levaram o Instagram a introduzir novos recursos anti-bullying e a explorar recursos que podem encorajar usuários a fazer uma pausa do uso frequente do aplicativo.

Sobre as críticas diretas que o Facebook recebeu sobre sua ideia de fazer uma versão do Instagram voltada para os mais jovens, ele respondeu dizendo que os jovens já são ativos online e que é melhor então que sua experiência seja supervisionada. Além disso, a empresa pretendia não exibir publicidade no espaço dos mais jovens. Mas esses argumentos não foram suficientes para os críticos.

Mosseri ainda observa que críticos entenderão que a decisão de pausar o Instagram Kids é uma aceitação de que o projeto é uma má ideia, mas ele explica que não: “Tenho que acreditar que os pais prefeririam a opção de seus filhos usarem uma versão apropriada para a idade do Instagram – que lhes proporcionasse supervisão – do que a alternativa. Mas não estou aqui para minimizar suas preocupações, temos que entender isso direito”.

Us pausing doesn’t change the status quo. U13s are getting phones, misrepresenting their age, and downloading 13+ apps. YouTube and TikTok saw this happening and made u13 products, we were doing the same. — Adam Mosseri 😷 (@mosseri) September 27, 2021

Estamos pausando o “Instagram Kids”, embora acreditemos que construí-lo seja a coisa certa a fazer. Mais aqui. Pausar não muda o status quo. Menores de 13 anos estão recebendo telefones, deturpando sua idade e baixando aplicativos para maiores de 13 anos. O YouTube e o TikTok viram isso acontecendo e fizeram os produtos “menos 13”, estávamos fazendo o mesmo.

Fonte: TheVerge

3 visualizações

Comments


bottom of page