top of page

Ex-funcionários do Facebook criam rede social de “grupos de família”

Não é novidade que as redes sociais parecem ter afastado o convívio em família. Embora alguns mensageiros ajudem na comunicação, é comum que recebam a culpa por afastar as pessoas também.

No entanto, uma nova rede social parece surgir para solucionar este problema. A Cocoon chegou no mercado norte-americano no dia 25 de novembro, mesmo Dia de Ação de Graças nos EUA, com uma proposta um tanto quanto específica: ser uma rede social para manter o contato da família.

A startup que é apoiada pelo fundo Y Combinator recebeu aporte de US$ 3 milhões de dólares em sua primeira rodada de investimentos.

A empresa é encabeçada por Monga, ex-gerente de produtos do Facebook e se autodenomina uma rede social familiar. A ideia de Monga era conectar toda a sua família, que está espalhada peloi mundo: Sua mãe e seu pai estão em Toronto, sua irmã mais velha em Nova York e sua irmã mais nova em São Francisco. “Não compartilhamos uma casa física há 17 anos, mas ainda somos uma família e achamos que deveria haver um aplicativo dedicado e sofisticado o suficiente para lidar com isso”, disse Monga. ”


A proposta do aplicativo é curiosa: cada usuário só pode pertencer a um grupo e por lá publicar atualizações, emojis e notificações. O app cuida de organizar essas conversas automaticamente.

O aplicativo também oferece a opção contínua de compartilhamento como localização, movimento e atividades, além de outras funcionalidades básicas.

Ainda não existe previsão de quando o aplicativo chegará ao Brasil.

Fonte: QZ

1 visualização

Comentários


bottom of page