top of page

Estudo destaca diferença de ganho entre principais criadores do YouTube x TikTok

A plataforma MoneyTransfers.com fez uma análise dos influenciadores mais bem pagos do TikTok, comparou seus ganhos com os mais bem pagos criadores do YouTube e compartilhou seus resultados em gráficos bem interessantes – afinal, o TikTok é a plataforma do momento, a caminho de ultrapassar 1,5 bilhão de usuários totais em 2022, mas que continua tendo como principal obstáculo o seu potencial de monetização. Enquanto isso, o YouTube continua sendo a plataforma onde criadores podem ganhar mais dinheiro e que está vendo sua versão de vídeos curtos crescendo significativamente.

Então ao gráfico “Melhores ganhos de criadores do TikTok vs YouTube em 2021”:

TikTok vs ganhadores do YouTube

Claro, existem questões a serem discutidas. Aqui, se analisou a receita vindo diretamente pela plataforma, mas muitos influenciadores famosos do TikTok têm ou estão fazendo acordos muito rentáveis para além da plataforma, inclusive. Outro ponto é que o TikTok está apenas começando, enquanto o YouTube já existe há anos, e a maioria dos seus grandes criadores já está na ativa há muito tempo.

Porém, o interessante é que os gráficos, mais uma vez, expõe essa questão urgente do TikTok, que é encontrar um meio de monetização direta e clara – até agora, nenhuma plataforma conseguiu resolver a questão que é: não dá para inserir anúncios intermediários e pre-roll em vídeos curtos – o TikTok depende que criadores e marcas entrem em acordos de patrocínio para publicidade em seus vídeos.

Já no YouTube, isso não é necessário para iniciar o processo de monetização na plataforma. Atendendo a determinados limites para se qualificar para a monetização, o criador pode simplesmente se inscrever no Programa de Parceiros, criar uma conta do Google AdSense e receber um retorno financeiro por seus vídeos.

Aqui um outro gráfico, para ilustrar a situação de outra forma:

TikTok versus YouTube earnings

(valores em dólar americano)

Mais uma vez, isso não é o todo da questão e muitos outros fatores podem ser considerados para comparação – o TikTok ainda está em desenvolvimento, os criadores do YouTube também têm reclamado de vários problemas na plataforma, etc. Mas a análise e os gráficos são bastante relevantes e interessantes.

Na publicação, a MoneyTransfers.com ainda traz várias informações mais detalhadas sobre valores e quem são os grandes influenciadores das plataformas.

3 visualizações

Comments


bottom of page