top of page

Estrategistas reportam até 20% de queda nas visualizações dos Reels

À medida que o Instagram vai corrigindo seu curso para um melhor balanço entre fotos e vídeos, as visualizações de Reels parecem estar caindo e algumas contas perceberam uma queda de cerca de 20% nas visualizações de seus posts.

A plataforma estava, por mais de dois anos, impulsionando seu formato de vídeos curtos, o Reels, em uma esforço para ir além de suas raízes como um app de fotos e competir com o TikTok. Por isso, criadores, marcas e editores mudaram suas táticas, adotando estratégias de vídeo para se manterem relevantes.

Agora, porém, o Instagram está se reorganizando – como comentamos no post sobre Adam Mosseri admitir que a empresa se concentrou demais em vídeos em 2022. O Chefe da plataforma disse que desde que perceberam isso, o Instagram tem trabalhado nos bastidores para restaurar o equilíbrio entre fotos e vídeos e que as métricas internas mostram que está funcionando.

Entretanto, isso também pode significar que os Reels estão tendo um pior desempenho do que vinham performando. A esse respeito, a Adweek conversou com quatro fontes de estrategistas sociais, que disseram que nas últimas semanas, os Reels de contas de marca tiveram um desempenho pior, gerando 20% menos visualizações em alguns casos, enquanto o desempenho das fotos melhorou em geral.

Alguns dos relatos são: contas de marca com um número de seguidores entre 5.000 e 10.000, que os Reels anteriormente tinham um mínimo de 1.000 visualizações, mas nas últimas duas semanas esse mínimo está próximo de 100; Reels de várias contas de marcas de luxo diferentes, que antes das férias de final de ano tinham uma média de mais de 15.000 visualizações, agora mal chegam a 10.000; marca na indústria de esportes profissionais teve uma queda de aproximadamente 20% em visualizações, curtidas, comentários e compartilhamentos em seus Reels durante janeiro e fevereiro de 2023, em comparação com novembro e dezembro de 2022.

Desse último exemplo, o executivo que gerencia a conta (e não foi autorizado a falar com a mídia) observou que curtidas, comentários e compartilhamentos em fotos do Instagram aumentaram 66% no mesmo período.

Os especialistas desabafam que muitas empresas primeiro tiveram que ser convencidas a aumentar consideravelmente a verba para redes sociais, para atender à demanda de vídeos, e agora não estão vendo o retorno do investimento, como viram no ano passado, em termos de visualizações. O que significa também que a equipe de mídias socias agora tem que fazer um trabalho adicional para que o conteúdo seja visto, além de justificar os custos de produção de vídeo. No fim, a mudança destaca os desafios que as marcas e os editores enfrentam ao publicar conteúdo em plataformas em que os algoritmos podem ser alterados sem aviso prévio.

Apesar dos relatos, um porta-voz da Meta disse à Adweek que a empresa não mudou a forma como mostra os Reels aos usuários.

Fonte: Adweek

3 visualizações

Comments


bottom of page