top of page

Após reações dos usuários, chefe do Instagram explica mudanças na rede social

Nos últimos dias circula pelo Instagram uma campanha, pedindo que a rede volte “a ser o que era” e pare de tentar ser o TikTok. E nomes de peso se juntaram à campanha, como Kylie Jenner e Kim Kardashian – e parece que quando nomes assim falam, as empresas ouvem.

Tanto, que o chefe do Instagram, Adam Mosseri, que sempre posta vídeos “conversando” com a comunidade de usuários da plataforma, contando sobre as novidades e lançamentos, dedicou um desses seus vídeos, postado ontem, 26, para explicar alguns aspectos que estão preocupando os usuários:

👋🏼 There’s a lot happening on Instagram right now. I wanted to address a few things we’re working on to make Instagram a better experience. Please let me know what you think 👇🏼 pic.twitter.com/x1If5qrCyS — Adam Mosseri (@mosseri) July 26, 2022

Tem muita coisa acontecendo no Instagram agora. Eu queria abordar algumas coisas em que estamos trabalhando para tornar o Instagram uma experiência melhor. Por favor, deixe-me saber o que você pensa

No vídeo, Mosseri cobre três elementos-chave, que o Social Media Today organizou assim:

  1. O feed de tela cheia – Mosseri lembra aos usuários que isso está apenas no modo de teste e que ‘ainda não é bom’ e certamente não é bom o suficiente para obter um lançamento completo para todos os usuários nesta fase;

  2. A mudança para o vídeo – Mosseri diz que, embora o vídeo tenha se tornado inevitavelmente mais um foco para o aplicativo, as fotos continuam sendo um elemento-chave e ‘parte de nossa herança’. As fotos são o foco principal da campanha que Jenner e Kardashian apoiaram em suas postagens, com usuários pedindo que o Instagram volte a colocar mais foco em postagens de fotos de amigos no feed principal

  3. Recomendações in-stream – Mosseri também aborda o aumento de postagens recomendadas em seu feed inicial, que são postagens de pessoas e páginas que você não segue, intercaladas entre as postagens que você escolheu diretamente ver. Mosseri diz que o Instagram está comprometido em mostrar às pessoas mais conteúdo que elas possam gostar, pois essa é ‘uma das maneiras mais eficazes e importantes de ajudar os criadores a alcançar mais pessoas’. Não sei se alguém compra isso – a mudança é claramente um impulso do Instagram para maximizar o envolvimento do usuário, adotando uma abordagem de conteúdo mais parecida com o TikTok, mas é com isso que Mosseri está mantendo

Mosseri também respondeu mais algumas questões nos comentários do post acima, basicamente explicando que a maioria das mudanças está acontecendo de qualquer maneira, inclusive porque é isso que o comportamento dos usuários na plataforma indica – já que, segundo ele, muitas vezes o que as pessoas dizem que preferem no aplicativo, não corresponde exatamente ao comportamento delas no mesmo. Ou, que as críticas que fazem mais barulho não refletem o sentimento mais amplo da comunidade.

Além disso, Mosseri observou que muitos usuários pedem por mais conteúdo de seus amigos no feed principal, entretanto, dados da empresa apontam que o engajamento entre amigos está acontecendo muito mais por DMs e Stories. Ainda assim, a plataforma tem soluções, como adicionar amigos aos seus favoritos para que suas postagens apareçam com prioridade.

Ao fim, o Instagram diz que as mudanças são impulsionadas pela forma que as pessoas usam a plataforma. É claro que influenciadas também pelo TikTok. Mas, nas palavras de Andrew Hutchinson: “embora possa parecer que o Instagram está perdendo sua diferenciação e se tornando mais parecido com o TikTok a cada dia, a verdade estará em como isso se relaciona com o envolvimento contínuo e se as pessoas acabam gastando mais tempo no aplicativo como resultado dessas mudanças. Se as pessoas realmente não gostarem dessas mudanças e pararem de ir ao Instagram como resultado, ele poderá ser forçado a voltar para algo como o seu feed principal antes”.

3 visualizações

Comments


bottom of page